Robson Caetano/Divulgação

O boletim redeGIFE pediu a diversos atletas que comentassem o poder do esporte na transformação e inclusão social da população. No Brasil, está cada vez mais comum o envolvimento de atletas em projetos que têm no esporte seu pilar de transformação social.

 

Segundo dados da Atletas pelo Brasil, quanto menor a escolaridade, maior é a inatividade das pessoas. A pesquisa aponta que 18,5% das crianças com até 8 anos não praticaram qualquer atividade física a lazer nos últimos três meses. Entre nove e 11 anos, o percentual é de 11,8%. Acima dos 12 anos, esse número sobe para 14,2%.

 

Robson Caetano, Gustavo Borges, Magic Paula, André Domingos e Kelly Santos defenderam o poder do esporte para mudar vidas. Para Robson Caetano, por exemplo, o Brasil deveria incentivar o esporte na escola. “Porque é lá que estão os talentos do futuro, em todos os aspectos. E o esporte pode ser uma ferramenta para mudanças”.

 

Além disso, a reportagem mostra em quais projetos sociais esses atletas estão envolvidos atualmente.

 

Confira mais informações neste link: http://www.gife.org.br/artigos_reportagens_conteudo15571.asp